SOS Mudança de casa: Como fazer da maneira correta

A alegria de morar em um lugar novo muitas vezes se perde quando se pensa em todo trabalho e energia que a mudança de casa requer de nós. Mas esse assunto não precisa ser um momento de trauma em nossas vidas! Iniciar uma nova etapa em um lugar novo merece comemoração e satisfação pela sua conquista.

Um jeito perfeito para garantir que esse processo não seja doloroso e evitar estresses desnecessários é seguir as dicas que listamos para você hoje! Vamos detalhar as três grandes etapas – antes da mudança, dia da mudança e após a mudança – para que nenhum detalhe seja esquecido. Em cada uma delas há dicas importantes para evitar perda de tempo e preocupação extra! Vamos conferir quais são elas?

O que fazer antes de mudar de casa?

Quem pensa que a mudança acontece só no dia de levar os móveis de um lugar para o outro está muito enganado! Pelo contrário, a maneira mais correta é iniciar com um bom planejamento semanas antes do grande dia. Mas não se sinta pressionada, aplicando as dicas imperdíveis que trouxemos hoje para você, a dor de cabeça que o processo de mudança de casa pode trazer não será um problema na sua vida!

1) Liste todas as tarefas envolvidas na mudança

Encontre o método de organização que melhor funciona para você e esse será o seu melhor amigo durante todo o processo de mudança! Seja uma lista no papel, uma planilha online ou um aplicativo no celular, o que for mais conveniente e de fácil acesso. Faça um checklist com todas as tarefas que envolvam a retirada e transporte dos seus pertences, a contratação de serviços e outras atividades pertinentes a mudança.

Defina prazos para cada item e, caso a mudança seja em mais de uma pessoa, delegue responsabilidades para cada membro da família, assim ninguém ficará sobrecarregado e correrá menos risco de esquecer uma tarefa importante a ser feita!

2) Empacote seus pertences

Reúna uma boa quantidade de caixas de papelão para te auxiliar no empacotamento dos seus objetos. Geralmente é fácil conseguir doação desse material em mercados e lojas. Ao montar as caixas, reforce o encontro das abas com fita adesiva para evitar a abertura delas durante o transporte.

Mudar de casa também significa reviver velhas lembranças, porém isso não é sinônimo de levar objetos sem serventia para a casa nova! Aproveite o momento para separar o que deve ser jogado fora, analisar o que ainda tem condições de uso e destinar à doação.

Sabemos como é comum adiar o conserto de algo e nunca realizar essa tarefa! Por isso, separe o que precisa ser consertado antes de ser enviado junto com a mudança para o novo lar. Não deixe de acrescentar essa demanda na sua lista de planejamento!

Além das caixas de papelão, conte com a ajuda dos sacos plásticos. Ideais para embalar objetos leves e de fácil transporte, esse material também é ótimo para proteger contra a poeira ocasionada pela mudança.

Cuidados extras:

  • Materiais frágeis:

Use plástico-bolha ou tecidos como roupa de cama para garantir a proteção dos objetos mais frágeis, como aqueles feitos de vidro, porcelana e cristal. Pela delicadeza desses materiais, é vital envolver cada pertence em uma superfície macia para evitar arranhões. Recomendamos ainda que demarque bem a caixa em que colocar esses objetos para evitar o transporte descuidado.

  • Identifique todas as caixas:

Use etiquetas nas caixas e sacos ou escreva uma breve descrição do que contém neles. Dessa maneira, você saberá para qual cômodo deve ser destinada cada embalagem e facilitará muito o trabalho de desempacotar depois, acredite!

  • Não encaixote todos os seus pertences:

Evite o retrabalho e deixe os objetos que você utiliza todos os dias fora das caixas e malas, como algumas panelas, pratos, talhares, roupas de trabalho, medicamentos e produtos de higiene pessoal. Pelo fato de usar sempre, é melhor adiar o empacotamento desses itens apenas para o dia da mudança.

3) Programe a instalação de serviços na casa nova

A parte burocrática da mudança precisa ser feita, não tem escapatória! Entre em contato com a empresa de energia elétrica, internet e água para agendar a reinstalação do serviço na casa nova.

Outras empresas que também lhe prestam serviço, como bancos, assinaturas de revistas/livros e plano de saúde precisam ter o seu endereço atualizado no sistema, assim evita-se o extravio de correspondências ou produtos.

Se você for do tipo que não gosta de telefonar, pesquise no site da empresa e veja se tem a opção de atualizar o cadastro pelo meio online, seja no próprio site deles ou por algum aplicativo da companhia. Além de seguro, pode ser uma opção mais rápida que o atendimento telefônico.

4) Faça o orçamento de serviços de mudança

Busque orçamentos com empresas especialistas em mudança, como transportadoras e serviços de frete, para realizar o transporte dos móveis e eletrodomésticos que não são possíveis de carregar sozinho para a nova casa.

Atente-se para os diferentes serviços que essas empresas ofertam. Transportadoras tem um custo mais alto que o serviço de frete, pois também incluem o serviço de empacotar todos os seus pertencer, não apenas o transporte dos objetos como é o segundo caso.

O custo benefício de cada tipo de serviço irá de encontro com o seu planejamento financeiro para os gastos com a mudança e a sua disponibilidade de tempo e condição física para realizar tudo por conta própria.

5) Planeje a decoração da casa nova

Você deve estar imaginando como ficará o seu novo lar desde o momento em que decidiu se mudar, certo? Então junte todas essas ideias e pensa como colocar em prática!

Decida onde cada objeto seu deverá ficar na casa nova. Assim, você evitará surpresas na hora da mudança como móveis maiores do que o tamanho disponível no ambiente novo. Além de acelerar o processo de mudança uma vez que você saberá exatamente onde cada coisa deve ficar.

Outro fator importante é verificar se a casa precisará de algum reparo ou reforma para deixá-la com a sua personalidade! Após uma vistoria na casa nova e munida das medidas dos cômodos e tarefas serem executadas, faça um orçamento e contrate profissionais do ramo. Lembre-se de que fazer tudo por conta própria pode ser uma cilada e prejudicar a sua organização financeira.

6) Garanta a limpeza do seu novo lar

Faça uma limpeza dos ambientes da casa nova ou contrate alguém para dar conta desta função, dando atenção em especial para os banheiros e cozinha, pois são os ambientes que você usará logo no primeiro dia de mudança.

7) Programe as suas compras do mês

Antes de ir ao mercado, leve em consideração a data em que você está se preparando para a mudança. Não se esqueça que a geladeira deve ser descongelada no dia anterior à mudança, portanto, não é interessante estar com ela lotada de alimentos que precisam de refrigeração. Organize-se para fazer compras maiores depois da mudança, garantindo que não ocorra desperdício de alimentos.

O dia da mudança chegou, e agora?

Sabe a lista que você fez lá na etapa de planejamento? Pois bem, mantenha o checklist por perto durante o dia da mudança para evitar qualquer tipo de esquecimento! Para começar a mudança, leve primeiro documentos importantes como passaportes e certidões, medicamentos de uso controlado e objetos de valor. Deixe-os em um lugar seguro na casa nova e dê continuidade ao transporte dos outros pertences.

Se a casa nova for na mesma cidade e for necessário mais de uma viagem para transportar os seus pertences, uma dica que facilitará a sua vida é ter uma pessoa de confiança na casa antiga, direcionando a retirada dos objetos enquanto você estiver na casa nova, recebendo o pessoal do transporte e organizando o que for chegando.

A hora de contar com os familiares e amigos é agora! Depois você pode oferecer um jantar na casa nova como recompensa pela ajuda!

Quando retirar todos os seus pertences da casa antiga, revisite cada cômodo para se certificar de que não deixou nada para trás. Além disso, desligue o disjuntor da casa, junte todas as chaves da residência em um único chaveiro e, se for o caso, informe à sindicância do condomínio sobre a sua mudança para evitar qualquer problema durante o processo.

Como organizar o novo ambiente após a mudança de casa?

Última etapa da mudança, mas não menos complicada e demorada: tirar tudo das caixas e guardar novamente! Porém, se você seguiu as dicas anteriores, esse processo será mais rápido se seguir as identificações do conteúdo de cada caixa para organizar os ambientes do novo endereço.

É interessante seguir a ordem dos cômodos quando começar a arrumação: banheiro, cozinha e quartos. Essa escolha se dá pelos ambientes que mais utilizamos no cotidiano e é uma forma de garantir que os alimentos, por exemplo, não estraguem se não for feito o armazenamento correto.

Nesse sentido, siga desempacotando e guardando primeiro os itens mais delicados para em seguida aqueles de uso mais frequente como instrumentos de cozinha.

Ao chegar nos quartos, organize as roupas de acordo com as estações do ano e deixe nas áreas mais visíveis do guarda-roupa as peças que você usará na estação atual.

Mudança não é só estresse!

A mudança para uma casa nova pode trazer muito estresse durante o processo, mas não deixe de curtir essa nova fase que se inicia na sua vida! Com todas essas dicas que reunimos para você, sua mente estará mais descansada e preparada para lidar com qualquer imprevisto que aparecer, tenha certeza!

E se você gostou do nosso conteúdo, não deixe de acessar o post sobre como deixar o ambiente cheiroso sempre da World Importados. Aproveite para colocar essas dicas em prática na sua nova moradia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code