qual-diferenca-entre-cristal-e-vidro

Cristal ou vidro? Aprenda a Diferenciar!

Você já deve ter ouvido falar muito e até mesmo utiliza cristais e vidros na sua decoração e também como utensílios para o dia a dia, não é mesmo? Eles são unanimidade e trazem mais luminosidade e charme para os ambientes. São pequenos detalhes que dão mais requinte e personalidade!

Mas você conhece as características que diferenciam os cristais dos vidros comuns? Em sua estrutura molecular, o vidro e o cristal são praticamente idênticos. Em sua composição, o vidro comum, em geral, é feito de areia sílica, soda e cal. O cristal, por sua vez, é formado por areia sílica e óxido de chumbo, substância essa que traz mais brilho e peso ao material. Os dois materiais são muito resistentes e possuem pequenas e sutis diferenças visuais, que tornam o trabalho de diferenciá-los um pouco mais complicado. Para te ajudar, separamos as principais características de cada um e também algumas dicas práticas. Confira:

 

O Vidro:

blog-vidro-qual-a-diferenca

Esse material é o mais comum no nosso dia a dia. Como o seu custo é bem mais baixo que o do cristal, o vidro acabou se tornando mais popular. É uma substância mais rígida, não cristalina e translúcida. Além disso, seu aspecto mais comum é o transparente, mas, para dar um perfil diferenciado às peças, ele pode ser colorido por meio de corantes. É muito fácil de encontramos por aí, vidros verdes, marrons, azuis ou rosas.

O Cristal:

cristais-blog-qual-a-diferenca

Os cristais são usados, principalmente na decoração, mas também são úteis para atividades cotidianas. São perfeitos para jantares ou ocasiões que exijam um pouco mais de elegância. Eles são transparentes, incolores e mais frágeis. Suas paredes são mais finas, lisas e mais leves. Eles contam com uma sonoridade maior e capacidade de refração à luz, produzindo belas e luminosas cores, mesmo transparentes.

Como diferenciá-los:

blog-cristal-vidro-como-diferenciar

Para ter 100% de certeza se o item é feito de cristal ou vidro, a melhor forma é chamar alguém especializado. No entanto, esses materiais possuem algumas diferenças visuais e auditivas, que nos permitem fazer testes caseiros. Então, para diferenciá-los em casa, você pode adotar essas duas técnicas:

Como diferenciar cristal e vidro visualmente?

Observe a espessura do item. O cristal leva um pouco mais de tempo para ser esculpido e sua produção se dá em uma temperatura mais baixa, então, ele é bem mais fino do que o vidro. Veja se a borda possui menor espessura e textura.

Coloque um líquido dentro dos objetos e erga-o. Olhe através dele, o vidro é um pouco mais nebuloso do que o cristal, então, o que estiver dentro do item de cristal, poderá ser visto com mais clareza. Por fim, segure-os contra luz. Se nada acontecer, é porque ele é feito de vidro! Já o item feito em cristal, irá brilhar. Alguns cristais agem como prismas e vão permitir que você enxergue um arco-íris.

Como diferenciar cristal e vidro pelo tato e som?

O toque é um fator essencial para descobrir qual é qual. Então, sinta a textura do objeto. O cristal passa uma sensação suave e arredondada. Toque as facetas decorativas que encontrar, passe a mão por toda superfície do objeto. O vidro tem um aspecto mais quebradiço, com um corte mais áspero, ainda que, na verdade, o cristal seja mais frágil.
Por fim, bata no objeto para testar o som. Dê um leve peteleco, se ele for cristal, vai tocar uma nota, mas se for de vidro, não produzirá som agradável. Outra forma de testar é molhando o dedo e passando ao redor da borda: o cristal vai produzir um som musical, mas o vidro não.

São características muito sutis que diferenciam os dois. O que importa, é que ambos produzem peças muito bonitas, versáteis, funcionais e cheias de estilo. Confira nossos produtos e deixe sua casa ainda mais elegante clicando aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code