Guia de Etiqueta para dilemas comuns na hora de fazer sua lista de convidados

Fazer uma lista de convidados não é tarefa fácil. Ficamos sempre em dúvidas de qual o protocolo a ser tomado, quem devemos convidar, como lidar com algumas situações, se devemos chamar acompanhantes que não conhecemos, etc.

Algumas dicas e etiqueta podem ser aplicadas as situações para evitar constrangimentos e confusão na hora de fazer a lista, bem como algumas diretrizes à serem lembradas quando a lista começar a ser escrita.

Para começar, você deve pensar sobre o casamento dos sonhos para você e seu parceiro. Pensaram em uma recepção íntima com poucos amigos e familiares ou uma grande festa com todos os amigos e familiares? Outro ponto a ser levado em consideração é o orçamento disponível e o local em que será realizado. Quantas pessoas são aceitáveis para o local e para o seu bolso?

woman-girl-teenager-wine

Se os pais dos noivos estão oferecendo a festa, nada mais justo do que eles terem parte da lista dos convidados reservada para os amigos e familiares que eles gostariam de ver prestigiando o casamento do filho ou filha.

Quando pensar em quem convidar, considere o papel da pessoa em sua vida, se você ainda tem contato com ela e se realmente gostaria da presença dela em seu casamento.

Decidir quem pode levar acompanhante, se todos os primos devem ser convidados, e ainda se deve convidar o escritório inteiro não é tão simples. Por isto separamos algumas dicas e conselhos da Martha Stewart sobre etiqueta para você considerar quando tentar solucionar estes dilemas:  

Divida a lista em três partes

Uma das formas mais fáceis de organizar a lista de convidados quando os pais estão oferecendo a festa é dividir a lista em três partes. Uma parte para a família e amigos da família do noivo, outra parte para a família e amigos da família da noiva e a terceira e última parte para os amigos dos noivos. Na realidade esta lista acaba com a divisão não tão rígida assim, mas é importante fazer estas demarcações para não magoar ninguém e também para que na hora de convidar cada família saiba quantas pessoas eles “tem direito” de convidar.

Posso convidar somente um dos meus tios sem convidar o resto dos irmãos dos meus pais?

A regra básica é que você deve tratar grupos parecidos de forma igual. Por exemplo, se você convidar um dos seus tios, deve convidar todos os outros tios (e tias). Evitar tensões em núcleos familiares é uma das coisas que você deve se preocupar quando fizer a lista do seu casamento.

Esta regra se estende para os dois lados da família?

Você deve tratar grupos familiares da mesma forma, mas isto não quer dizer que ambos os lados devem seguir o mesmo padrão. O que vale é proximidade e contato. Por exemplo, se a família da noiva é mais próxima dos tios e a do noivo mais próxima dos primos, é aceitável convidar os primos do noivo e não os da noiva (mas você terá que convidar todos os primos do noivo). Fica então a critério dos noivos e pais decidirem quem entra para a respectiva parte deles na lista de acordo com a proximidade e contato com os familiares.

Decidimos que não iremos convidar as crianças e filhos. Como colocar isto no convite?

A melhor maneira de não convidar as crianças é colocar somente o nome dos pais no convite (não colocar o nome das crianças, ou estender o convite à família). Não é de bom tom colocar nos convites que as crianças não serão convidadas. Desta forma, escrevendo somente o nome dos pais no convite fica claro que o convite não se estende aos filhos. Se for o caso, ligue e explique a situação, restrição no número de convidados aos pais.

xd45Y326SvKzSR3Nanc8_MRJ_8125-1

Fomos convidados ao casamento deles, devemos convidá-los para o nosso?

A regra de etiqueta sobre reciprocidade em eventos diz que se o casamento deles foi recente e se vocês ainda são próximos, eles devem estar em sua lista de convidados. Entretanto, se vocês perderam um pouco o contato desde o casamento deles, e se seu casamento será pequeno, é totalmente aceitável não convidá-los. Tome cuidado se vocês tem amigos em comum, avisando-os sobre a restrição no número de convidados para evitar constrangimentos.

Como decidimos se alguém pode levar um acompanhante?

Uma vez que as pessoas declararam que estão juntas, casadas, morando juntos ou noivos, eles devem ser convidados sempre juntos. Portanto, inclua esposos(as), noivos(as), e pessoas que moram junto na sua lista.

Uma boa regra para os que não moram juntos mas namoram é: se eles namoram a mais de um ano e você já conheceu ele ou ela, convide-os. Leve em consideração que se você não convidar a pessoa amada de seu convidado ele pode ficar magoado ou até mesmo desconfortável em comparecer sozinho.

Como lidar com convidados que esqueceram de confirmar presença?

Ligue para os convidados que esqueceram de confirmar presença ou avisá-lo que não irão. Talvez muitos deles esqueceram de confirmar e vão mesmo assim, por isto confirme se eles irão participar da celebração ou não.

É rude convidar somente alguns dos colegas de trabalho?

Um casamento é algo tão pessoal que você deve convidar somente pessoas que você realmente quer presente no grande dia. Por isto, convide apenas os colegas de trabalho que você faz questão da presença. Entretanto, evite conversar sobre o planejamento e organização do casamento no ambiente de trabalho para evitar que os outros saibam e fiquem chateados. Se o assunto surgir, não hesite em afirmar de forma delicada e sútil que será um casamento pequeno.

Se você trabalha de forma próxima com seu chefe, é de bom tom convidá-lo.

Esperamos que tenham gostado das dicas. O artigo original com as dicas de Martha Stewart, você encontra aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

AlphaOmega Captcha Classica  –  Enter Security Code